Total de visualizações de página

domingo, 21 de agosto de 2011

Madrugada



Não se preocupe, já é tarde.
Estou em casa e chove lá fora.


Deixe que o vento varra para longe o que não dissemos.
E que a chuva apague o que eu sinto.
Quero que o fogo lamba todo o sentimento, e que não reste mais nada no meu coração.


Sinto dor e quero falar.
Vou fechar a porta.
Ignorar a tua voz.
Não vou mais deixar você entrar.


É amargo o gosto do teu não gostar.
É triste este sentimento que você mente. 
Não diga mais que você me quer.
Não vale fingir o que não se sente.  

2 comentários:

Wagner Nyhyw disse...

Muitas vezes uma expectativa exagerada cria decepção. Sentimentos são imperfeitos e conflituosos, mas nem por isso devem ser apagados.

Caucuz disse...

Concordo!!!! Mas, mergulhe no texto amargos, ele serve para contrapor o doce que sempre impera neste blog. As vezes tenho que escrever coisas assim, pra aprender a me diversificar.....