Total de visualizações de página

domingo, 10 de julho de 2011

Queda Livre




Cansei do frio da cidade,
das doces inverdades,

e dos beijos sem paixão.

Cansei de brincar de me esconder,
de fingir não te querer,
de não sentir bater meu coração.
Sou como flor que brota,
A demandar-te afeto,

e o brilho do sol a surgir....

É nesse canto de grito,
de berro, de choro, que seja! que vou

vôo mesmo sem pestanejar
...
Não preciso de pernas para sair do lugar!

(Produção coletiva com o Marcos Alves Lopes)

Um comentário:

Alexandre Mendes disse...

Você e MAL estão sinistros!
Quanta coisa eu perdi, durante os dias desconectados!