Total de visualizações de página

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Grão de areia




Como todo esse frio e a violência das ondas do mar,

sinto-me deslizar pelos rochedos enquanto me encanto pelo brilho da lua.

Estou cansada de ser levada de um lado para o outro à mercê das marés,

é chegado o momento de descansar e receber o afago sereno do abrigo amoroso.

Vou me alojar tranquila no lábios doces de uma ostra,

e esperar que ela gentilmente me enrole em seu calor...... e me transforme numa pérola.
 

Nenhum comentário: